Seguro de condomínio: o que o síndico precisa saber

por | ago 20, 2018 | Síndicos

Seguro condominial é algo que pagamos torcendo para nunca precisar usá-lo. Entretanto, acidentes e imprevistos acontecem quando menos esperamos e é exatamente por isso que o condomínio precisa contar com uma boa garantia contra todos os tipos de danos e contratempos.

Para trazer clareza sobre o assunto, preparamos esse artigo que explica tudo sobre seguros para condomínio, quais são os tipos de coberturas disponíveis e muito mais. Confira:

Lei sobre seguro condominial

De acordo com o Art. 1.346 do Código Civil, é obrigatória a contratação de um seguro para condomínios residenciais, comerciais e mistos contra o risco de incêndio ou destruição total ou parcial.

Já a Lei do Condomínio, de nº 4.591/64, determina prazos, multas e deixa explícito que deve englobar todas as unidades e partes comuns do condomínio:

Art. 13. Proceder-se-á ao seguro da edificação ou do conjunto de edificações, neste caso, discriminadamente, abrangendo todas as unidades autônomas e partes comuns, contra incêndio ou outro sinistro que cause destruição no todo ou em parte, computando-se o prêmio nas despesas ordinárias do condomínio.
Parágrafo único. O seguro de que trata este artigo será obrigatoriamente feito dentro de 120 dias, contados da data da concessão do “habite-se”, sob pena de ficar o condomínio sujeito à multa mensal equivalente a 1/12 do imposto predial, cobrável executivamente pela Municipalidade.
Art. 14. Na ocorrência de sinistro total, ou que destrua mais de dois terços de uma edificação, seus condôminos reunir-se-ão em assembleia especial, e deliberarão sobre a sua reconstrução ou venda do terreno e materiais, por quórum mínimo de votos que representem metade, mais uma das frações ideais do respectivo terreno.

Como a legislação foca em edifícios, as regras para condomínios horizontais onde cada morador é responsável pela construção da própria casa são diferentes. Nesses empreendimentos, o condomínio oferece amparo apenas para as áreas comuns, como portaria, salão de festas, playground.

Apesar de a legislação determinar que o serviço deve ser contratado em até 120 dias após a concessão do documento que permite a moradia no local, não é recomendável que se inicie a ocupação do empreendimento sem o seguro condominial.

Além disso, de acordo com a Lei nº 4.591 – Art. 22, é o síndico quem responde ativa e passivamente, em juízo ou fora dele, por qualquer inadequação ou insuficiência de seguro constatada. Em outras palavras, o síndico é responsável por toda e qualquer coisa que acontece no condomínio, boas e ruins. Isso deve ser levado em consideração na hora de selecionar as apólices pelo condomínio.

O que o seguro condominial deve cobrir?

O plano contratado deve abranger toda a área do condomínio vertical, incluindo áreas comuns e autônomas. A lei determina apenas que se tenha resguardo contra incêndio e destruição, deixando em aberto as outras situações a qual o condomínio deve ser assegurado.

Como sempre, melhor prevenir do que remediar! A cobertura deve ser adequada às necessidades do condomínio, portanto o indicado é que sejam contratadas apólices que garantam proteção contra todas as situações que o empreendimento está sujeito, todas as possíveis intempéries que podem ocorrer, como:

  • Queda de raios no terreno do condomínio
  • Roubos, furtos e assaltos
  • Explosões
  • Danos elétricos
  • Quebra de vidros
  • Ações de vendavais
  • Impacto de veículos
  • Queda de aeronaves

Também é importante que o seguro para condomínio inclua itens de responsabilidade civil – do condomínio e do síndico. Isso fornecerá amparo financeiro caso ocorra algum acidente ou sinistro que façam o empreendimento e seu responsável serem responsabilizados judicialmente.

Entenda os tipos de cobertura de seguro para condomínio

Os seguros para condomínios têm como ponto de partida as coberturas básicas e obrigatórias, que se dividem em simples e ampla. Cada seguradora possui especificações próprias, mas trouxemos alguns exemplos:

Cobertura básica simples: geralmente, oferece apenas ressarcimento de prejuízos causados por incêndio, queda de raio no terreno onde o condomínio está localizado e explosões de qualquer tipo.

Cobertura básica ampla: normalmente fornece ressarcimento contra outros riscos que causem dano material ao imóvel além de incêndio, explosão e raios, como quedas de aeronaves, vendaval, desmoronamento, alagamentos, entre outros.

Todas os planos podem ser atualizados e incrementados com coberturas adicionais para corresponder à situação do condomínio.

Quem paga o seguro do condomínio?

Seguro para condomínio é considerado uma despesa ordinária e deve ser julgado como parte da manutenção do estabelecimento e cobrado no extrato da taxa condominial. Ou seja, o custo é rateado entre os moradores.

Apesar de ser uma questão de transparência administrativa, o síndico não tem a obrigação de consultar a assembleia antes de contratar o serviço de seguro básico para o condomínio. Só é necessário convocar uma reunião de assembleia no caso de o condomínio optar por apólices extras que tornam o valor total mais caro.

Renovação do seguro do condomínio

As renovações devem ser feitas de forma contínua e sem interrupções, seguindo as regras estabelecidas no contrato com a seguradora e com base na convenção do condomínio. Habitualmente, as coberturas de seguros para condomínio têm duração de um ano.

É o síndico quem é o responsável por renovar o seguro do condomínio. Se a renovação não for feita dentro dos prazos corretos, o condomínio fica à mercê de acidentes e multas pela infração.

Lembre-se sempre de pesquisar e comparar preços entre seguradoras antes de renovar o seguro condominial levando em consideração não apenas o custo, mas também as propostas, coberturas estipuladas e condições gerais do contrato.

Erros mais comuns na contratação de seguro condominial

Existem uma série de erros recorrentes ao utilizar seguros para condomínios. Separamos algumas das situações mais comuns:

  • Contratar reparos sem a autorização da seguradora: não há reembolso de despesas efetuadas sem a permissão da empresa. Se o problema ocorrer em um equipamento ou instalação resguardada pelo contrato, notifique a seguradora e peça autorização antes de permitir o conserto – mesmo que seja uma situação de crise;
  • Não oferecer informações completas: ao notificar a seguradora de algum problema, o síndico deve informar as circunstâncias do ocorrido, data e hora, quais foram os bens atingidos e incluir os dados de todos os envolvidos;
  • Mentir na hora de informar o sinistro: todas as informações repassadas à seguradora devem ser honestas. Não tente manipular a verdade atribuindo ao evento causas inventadas para que o acidente se enquadre nas cláusulas do contrato;
  • Não declarar acidentes que ocorrem dentro dos apartamentos: todas as áreas do condomínio são resguardadas pelo seguro. Se a cobertura cobre o incidente que ocorreu na área autônoma, ele poderá ser amparado pela apólice. Um exemplo disso é em caso de incêndio dentro de uma unidade ou vidros quebrados por causa de vendaval;
  • Indicar que o morador faça orçamento de conserto de veículo: a seguradora possui uma lista de oficinas credenciadas para reparo de veículos que sofrem algum tipo de dano dentro do condomínio. Nada de pedir orçamentos prévios aos condôminos, deixe isso com a seguradora;
  • Achar que a seguradora é responsável por danos causados por desgaste de equipamentos: não tente transferir para a seguradora os custos de manutenção de equipamentos que já estão chegando ao fim de sua vida útil. Na maioria das vezes, empresas de seguro acabam negando pedidos deste tipo.

Seguro para condomínio é coisa séria e todo o processo de contratação e renovação deve ser acompanhado com cautela pelo síndico, buscando sempre colocar a qualidade de vida dos moradores em primeiro lugar.

Nunca esqueça de renovar o seguro do condomínio utilizando uma Planilha de Controle de Condomínio, totalmente grátis.

Relacionados

Como priorizar a saúde mental do síndico e garantir uma gestão condominial equilibrada

A saúde mental é uma preocupação crescente em todo o mundo, e no Brasil...

A importância do planejamento na carreira do síndico

Quem optou por trabalhar como síndico profissional não vê a hora de...

Responsabilidade do síndico: veja as funções e obrigações

Você sabe quais são as responsabilidades do síndico? Além de cuidar do...

Domine o contrato de prestação de serviços: guia completo para gestores de condomínio

Elaborar um contrato de prestação de serviços pode ser desafiador para os...

O síndico pode tirar férias? Veja como se preparar para o descanso anual

O síndico tira férias? A resposta é sim! Mas antes de comprar as...

Funções de uma administradora de condomínio: veja as principais atribuições

Administração condominial é um assunto que rende muitas dúvidas. Quais as...

[Live] Como prospectar novos condomínios e se tornar um síndico de sucesso em 2023

No último dia 12 de janeiro de 2023, o síndico Bruno Ferreira...

Síndicos aproveitam o momento para desenvolver a carreira

Independente dos seus impactos, a pandemia provocou uma mudança de rotina...

Marca Pessoal: construa a sua imagem

Você já parou para pensar porque uma marca é mais lembrada do que a...

Gestão de condomínio edilício: Quais desafios vou enfrentar?

Aconteceu a reunião de assembleia, rolou a votação e você foi eleito...

A importância do planejamento na carreira do síndico

Quem optou por trabalhar como síndico profissional não vê a hora de...

Essa simples ação fez esse síndico reduzir 75% dos gastos com taxas administrativas no condomínio

É possível proporcionar melhorias ao condomínio, sem precisar aumentar a...

Direitos do sindico: entenda o que ele pode e não pode fazer

Um síndico tem que dar conta de todos os problemas do condomínio, como barulhos, garagem, área de lazer, vazamentos, animais e até mesmo desentendimentos entre vizinhos. Ser síndico não é uma tarefa fácil, afinal, ele possui muitas tarefas e precisa desempenhá-las com sabedoria e paciência.

Como administrar um condomínio: GUIA COMPLETO

Saber como administrar um condomínio é primordial para ser um bom...

3 hábitos essenciais para TODO síndico (e você também deve ter)

Se você é síndico de um ou mais condomínios, sabe que é muito fácil ser...

Síndico, você sabe lidar com homofobia no condomínio?

Hoje é o Dia Internacional do Orgulho LGBT, uma data muito importante...

Destituição de síndico: como fazer? Veja os caminhos legais

Infelizmente, nem sempre a gestão do síndico satisfaz todos os...

O síndico profissional precisa ter registro no CRA? Entenda tudo sobre isso

A profissão de administrador é regulamentada no Brasil e exige o registro...

De síndico morador a síndico profissional com 31 condomínios: conheça a trajetória do Fábio Becker

Será que fazer a gestão de um condomínio é como fazer a gestão de uma...

Lei 14.010: reuniões virtuais de assembleia e extensão do mandato do síndico permitidos

Foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (12 de junho de 2020) a...

Dia do síndico: conheça a história por trás da data comemorativa

O Dia do Síndico é comemorado no dia 30 de novembro em todo o Brasil. ...

Eleição de síndico: 4 dicas para ter sucesso na assembleia

A eleição de síndico não é tão simples quanto parece. Existe uma série de...

Como administrar um condomínio: GUIA COMPLETO

Saber como administrar um condomínio é primordial para ser um bom...

Processo contra síndico: 4 principais ações de indenização

Por ser uma profissão que lida com muito dinheiro e bens privados, é...

Histórias inspiradoras de mulheres síndicas que superaram desafios na gestão condominial

As mulheres estão cada vez mais presentes em posições de liderança e...

De síndico morador a síndico profissional com 31 condomínios: conheça a trajetória do Fábio Becker

Será que fazer a gestão de um condomínio é como fazer a gestão de uma...

Síndicas falam sobre o seu espaço no mercado

Assim como nas demais profissões, as mulheres conseguiram conquistar seu...

Direitos do sindico: entenda o que ele pode e não pode fazer

Um síndico tem que dar conta de todos os problemas do condomínio, como barulhos, garagem, área de lazer, vazamentos, animais e até mesmo desentendimentos entre vizinhos. Ser síndico não é uma tarefa fácil, afinal, ele possui muitas tarefas e precisa desempenhá-las com sabedoria e paciência.

Guia definitivo para você aprender a vender serviços para condomínios como um profissional

O papel do síndico profissional evoluiu além da simples manutenção e...

Subsíndico: quais são as suas funções? [GUIA COMPLETO]

O síndico ainda é a personalidade mais lembrada quando se pensa em...

Histórias inspiradoras de mulheres síndicas que superaram desafios na gestão condominial

As mulheres estão cada vez mais presentes em posições de liderança e...

Quanto custa contratar um síndico profissional para o condomínio?

Quanto custa contratar um síndico profissional? Ainda não existe piso...

Certificação para Síndico: vale a pena?

Não importa se você já atua como síndico, síndico morador ou se...

Como transformar o Instagram pessoal em profissional? Passo a passo completo para síndicos

No mundo digital de hoje, o Instagram tornou-se muito mais do que apenas...

Gerencie o estresse e os conflitos com maestria: a importância da inteligência emocional para síndicos

A inteligência emocional pode ajudar um síndico a lidar com os conflitos...

As 7 regras de ouro para falar com confiança nas reuniões de assembleia

Falar em público pode ser uma tarefa desafiadora para síndicos,...

Marca Pessoal: construa a sua imagem

Você já parou para pensar porque uma marca é mais lembrada do que a...

Como ser um síndico profissional de sucesso? 4 histórias inspiradoras

Você pode se tornar um síndico profissional de sucesso. Basta querer,...

Os 20 melhores livros para síndicos que você precisa ler

Descubra quais são os 20 melhores livros para síndicos de todos os tempos...

Síndico profissional: o que é, como trabalha e quanto ganha?

Um síndico profissional é um gestor especializado que tem como objetivo...

Guia completo do marketing pessoal para síndicos profissionais (O passo a passo definitivo)

O marketing pessoal para síndicos profissionais é uma estratégia que...

Síndicas falam sobre o seu espaço no mercado

Assim como nas demais profissões, as mulheres conseguiram conquistar seu...

Inquilino pode ser síndico? Saiba de uma vez por todas como isso funciona

➡ Não existe nenhum empecilho legal que proíba um inquilino de ser eleito...

Como conquistar o primeiro condomínio? Veja o que este síndico fez

Ingressar no mercado como síndico pode ser uma escolha empolgante e...

Curso de síndico profissional online: como escolher a melhor certificação?

De acordo com a ABRASSP, Associação Brasileira de Síndicos e Condomínios,...

Histórias inspiradoras de mulheres síndicas que superaram desafios na gestão condominial

As mulheres estão cada vez mais presentes em posições de liderança e...

Liderança para síndicos: guia completo para se tornar um líder de sucesso

No vasto oceano da gestão condominial, a liderança do síndico emerge como...

Você sabe o que o síndico não pode fazer? 9 práticas que são proibidas

Ser síndico do condomínio é uma tarefa séria. Afinal, é um cargo que...

Administração de condomínios: tudo o que você precisa saber!

Para gerir um condomínio, é necessário o auxílio de toda uma comunidade....

Profissão Síndico: como é a rotina do síndico profissional?

Já parou para pensar sobre como é a rotina de um síndico profissional? Se...

Deveres do síndico: entenda quais são e o que não pode fazer

Para o perfeito funcionamento de todo condomínio é imprescindível a...

As 7 regras de ouro para falar com confiança nas reuniões de assembleia

Falar em público pode ser uma tarefa desafiadora para síndicos,...

Como se tornar um síndico de sucesso? Veja como este síndico saiu do zero aos 16 condomínios

É possível gerenciar 16 condomínios ao mesmo tempo?  E, somado a isso,...

7 erros que todo síndico já cometeu no início da carreira e como evitá-los

Ter sucesso na carreira não acontece da noite para o dia. A seguir, você...

O síndico profissional precisa ter registro no CRA? Entenda tudo sobre isso

A profissão de administrador é regulamentada no Brasil e exige o registro...

Como administrar um condomínio: GUIA COMPLETO

Saber como administrar um condomínio é primordial para ser um bom...

Funções de uma administradora de condomínio: veja as principais atribuições

Administração condominial é um assunto que rende muitas dúvidas. Quais as...

Como transformar o Instagram pessoal em profissional? Passo a passo completo para síndicos

No mundo digital de hoje, o Instagram tornou-se muito mais do que apenas...

Subsíndico: quais são as suas funções? [GUIA COMPLETO]

O síndico ainda é a personalidade mais lembrada quando se pensa em...

Recomendados para Você

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *