Quanto cobrar? Confira nossas dicas sobre precificação

Cobrar um preço justo não é somente bom para o síndico. Significa manter a valorização do(a) síndico(a) como profissão. Por isso a precificação é tão importante. Não existe uma fórmula universal na hora de determinar o quanto você receberá pelos seus serviços como síndico(a). Provavelmente haverá um processo de negociação até fechar o valor. Portanto, trazemos aqui diferentes experiências e ideias sobre esse processo.

 

Orçamento

Sabe o orçamento do condomínio? Lá, a Síndica Profissional Elaine Alves encontrou uma maneira de precificar seu trabalho. O salário dela é determinado a partir de uma porcentagem dos gastos do condomínio. Ela escolheu esse formato pela flexibilidade, uma vez que o valor irá refletir a realidade financeira de cada condomínio, algo que não seria possível seguindo o modelo de preço fixo, adotado, segundo ela, pela maioria dos outros síndicos profissionais em Macaé, RJ.

 

Base + Unidades + Perfil

Juliano Pereira, também Síndico Profissional certificado pela TownSq, utiliza outro método para precificação. Observando o mercado, ele decidiu estabelecer o preço a partir de um valor-base e somar nessa equação a quantidade de unidades e o perfil do condomínio. Juliano atua no mercado condominial de Porto Alegre há seis anos.

 

Definindo um perfil e sendo criativo

O perfil do condomínio, variável presente no método de precificação de Juliano, é adotado por Leandro Garcia como uma constante. O Síndico Profissional certificado pela TownSq atua somente com condomínios de perfil pré-estabelecido, portanto esse aspecto não aparece no seu método de precificação. Na hora de determinar o preço, ele multiplica seu valor básico pelo número de unidades e soma a isso a quantidade de horas de atendimento, o tamanho da equipe a qual vai coordenar e a infraestrutura do condomínio. Leandro conta que estabeleceu esse método a partir da sua experiência no mercado.

Possuir um método de precificação estabelecido é importante, mas a flexibilidade também é bem vinda. Leandro, por exemplo, apostou em uma iniciativa diferente em um processo eleitoral do qual participa: oferecer uma redução de custo no orçamento do condomínio e adicionar 50% desse valor ao seu salário, que possui piso e teto (valor mínimo e valor máximo) estabelecidos. Assim, o condomínio sai no lucro e o síndico recebe de acordo com sua eficiência.

 

Qual é o melhor método?

Com todas esses métodos diferentes sendo aplicados no mercado ao mesmo tempo, é possível determinar qual é o mais correto? Tatiana Maciel, responsável pelo Desenvolvimento da Carreira de Síndicos Profissionais na TownSq, lembra que a ideia básica por trás da precificação do(a) síndico(a) deve ser toda a dedicação empregada por ele(a) na formação, uma vez que um valor muito baixo cobrado por um(a) Síndico(a) Profissional pode acabar impactando o mercado como um todo. 

Na prática, Tatiana sugere começar a análise de precificação a partir do mercado, buscando entender o valor médio recebido pelos síndicos de acordo com a cidade e o perfil do condomínio onde atua. Ainda no condomínio, é importante levar em conta a quantidade de unidades. A distância entre o lar do síndico e seu futuro local de trabalho é outro aspecto importante, uma vez que a distância demanda gastos. 

Como deu pra notar, a sugestão de Tatiana engloba a maioria dos aspectos já considerados por Síndicos Profissionais da TownSq na hora de cobrar pelo serviço. São critérios que ajudam a manter o preço de acordo com tempo e esforço despendidos por síndicos e síndicas na prática profissional e garantindo que eles não se tornem reféns do preço na hora de fechar contrato com um condomínio.

Os autores W. Chan Kim e Renée Mauborgne discutem isso no livro A Estratégia do Oceano Azul. Segundo eles, basear seu posicionamento comercial por completo no preço leva empreendedores a um ambiente de competição feroz e desvalorização financeira, o “oceano vermelho”. Mas, aqueles que usam seus diferenciais para disputar clientes transformam o preço em um detalhe na negociação e se mantém em uma posição confortável no mercado, o “oceano azul”.

Portanto, independente do método aplicado na hora da precificação, a sabedoria está em usar seus conhecimentos para se diferenciar do restante no oceano vermelho e garantir seu espaço no oceano azul.

Scroll Up