Veja o que é a taxa ou cota condominial e entenda como é calculada

por | nov 19, 2018 | Financeiro

A cota condominial é uma das partes mais importantes na administração do condomínio. Sem ela, não há como gerenciar um condomínio de forma correta e tranquila. Em virtude disso, montamos este artigo para esclarecer as principais dúvidas dos síndicos sobre cota e taxa condominial. Confira:

Qual é a diferença entre taxa e cota condominial?

Apesar de possuírem nomes distintos, cota condominial é a mesma coisa que taxa condominial. Ambos os termos têm como definição o rateio das despesas do condomínio.
Sendo assim, o condomínio cobra a cota condominial de cada unidade com o intuito de cobrir as despesas mensais da edificação, como:

Desse modo, a cota condominial é essencial para a gestão e o bom funcionamento do condomínio. Na sua ausência, não há como manter um empreendimento funcionando adequadamente.
Por sua vez, a obrigação do pagamento de cotas condominiais é garantida pelo Art. 1.336 do Código Civil. O inciso I define que é dever do condômino contribuir para as despesas da administração.
A divisão da cota condominial é feita a partir da fração ideal das unidades ou através de divisão igualitária dos valores. No entanto, esse rateio da cota condominial pode ser feito de forma diferenciada caso a convenção do condomínio estipular.

Quais são as cotas condominiais?

Em suma, existem dois tipos de cotas condominiais. A seguir, entenda quais são as suas particularidades:
Taxa condominial: Taxa ordinária
Compõem as cotas condominiais ordinárias todos os custos referentes às necessidades básicas da administração do condomínio. Como por exemplo:

  • Consumo de água, gás, luz e esgoto nas áreas comuns;
  • Salários, encargos e contribuições previdenciárias dos funcionários do condomínio;
  • Manutenção e conservação das instalações e equipamentos hidráulicos, elétricos e mecânicos de uso comum;
  • Equipamentos de prevenção contra incêndios;
  • Manutenção das áreas comuns de lazer, como piscina ou academia;
  • Pequenos reparos nas instalações elétricas e hidráulicas de uso coletivo;
  • Rateio de saldo devedor durante o período da locação do imóvel;
  • Reposição do fundo de reserva do condomínio utilizando durante o período da locação.

Segundo a Lei 8.245/91, mais conhecida como Lei do Inquilinato, as cotas condominiais ordinárias devem ser pagas pelo locatário.
Taxa condominial: Taxa extraordinária
Já a taxa condominial extraordinária compreende todas os gastos não rotineiros de manutenção da edificação. São elas:

  • Obras de reforma que alteram a estrutura integral do imóvel;
  • Pinturas das fachadas;
  • Instalação de iluminação na área do condomínio;
  • Indenizações trabalhistas e previdenciárias pela dispensa de empregados do condomínio, desde que ocorram antes do início da locação;
  • Instalação de equipamento de segurança, contra incêndio, telefone ou de lazer;
  • Despesas com decoração e paisagismo;
  • Constituição do fundo de reserva.

Consequentemente, as taxas condominiais extraordinárias devem ser pagas pelo proprietário do imóvel. Essa questão também é determinada pela Lei do Inquilinato.

Cota condominial: despesas exclusivas

As despesas exclusivas são todos os valores relacionados a gastos e manutenções feitas em ambientes de propriedade privada. Por exemplo: reformas realizadas dentro de uma unidade do condomínio ou custos devidos à vazamentos entre apartamentos causada por problemas na rede horizontal de água.
Assim sendo, despesas exclusivas não fazem parte das cotas condominiais e, portanto, não devem ser pagas pelo condomínio e nem pelos demais condôminos. As cotas condominiais cobrem apenas as despesas coletivas, como as citadas anteriormente.
Cota condominial: orçamento e prestação de contas
O valor da cota condominial é definido com a aprovação em assembleia geral. Da mesma forma, toda e qualquer alteração nos preços deve passar por votação pelos condôminos. Se os condôminos acreditam que a taxa condominial é abusiva, é preciso convocar uma assembleia para debater o tema. Para isso, deve-se fazer um abaixo-assinado com a assinatura de ¼ dos condôminos.
No geral, as mudanças no orçamento são feitas junto com a prestação de contas. Ela é obrigatória e conforme determina o Art. 1348 do Código Civil, deve ser realizada ao menos uma vez por ano e é um dos deveres do síndico.
Cota condominial: inadimplentes
O condômino que não pagar ou fazer o pagamento da taxa condominial em atraso deverá arcar com multas e juros determinados pelo novo Código Civil. Por outro lado, a legislação permite que cada condomínio desenvolva suas próprias penalidades. Por causa disso, é fundamental conferir o que determina a convenção condominial.
Em casos de inadimplência, o Código Civil sugere que seja cobrado uma multa de 2% + juros de 1% ao mês e mais a correção pela inflação do período atrasado. Tudo isso além do valor das cotas condominiais não pagas, é claro.
O inquilino que não arcar com as despesas condominiais poderá ser despejado da unidade. Da mesma forma, o condomínio pode entrar com uma ação de cobrança judicial de condomínio contra o condômino inadimplente. Conforme o novo Código Civil, a cota condominial é considerada de natureza de título executivo extrajudicial. Isso significa que um juíz pode determinar que o débito seja pago em até três dias.
Em uma situação de venda de imóvel inadimplente, o condomínio pode mover uma ação judicial contra o promissário vendedor ou comprador, dependendo do contrato de compra e venda.
Leia também:
Taxa do condomínio: como calcular?
O que é fração ideal? Saiba como calcular de maneira rápida e prática
Dívida de condomínio prescreve? Entenda como funciona

Calcule corretamente o valor da cota condominial usando a nossa Calculadora de Taxa Condominial Gratuita!

Relacionados

Demonstrativo financeiro de condomínio: aprenda como fazer

A gestão financeira do condomínio é uma das atividades mais cruciais...

Aprovação de contas em condomínio: como funciona?

Nem toda a aprovação de contas em condomínio precisa ser um bicho de sete...

Como economizar energia elétrica e reduzir as despesas de condomínio

A energia elétrica constitui em uma das maiores despesas de condomínio, e...

Como aumentar a arrecadação do condomínio (e diminuir sua taxa mensal!)

Em tempos de crise é fundamental pensar em alternativas para reduzir...

Organizando as contas do condomínio

Veja as dicas da SocialCondo para você organizar a papelada e facilitar o...

5 dicas simples para o controle financeiro de condomínios

A gestão de um condomínio pode ser comparada a gestão empresarial já que,...

Carta aberta a síndicos e administradoras de todo o Brasil

Caro leitor, Eu comecei a trabalhar com condomínios em 2010. De lá pra...

Auditoria em condomínio: entenda como fazer e evite fraudes

Todo mundo sabe que condomínios movimentam muito dinheiro. No meio de...

Dívida de condomínio prescreve? Confira o que a legislação fala sobre este assunto

Viver em um condomínio traz inúmeras vantagens, como segurança, áreas de...

Como calcular a taxa de condomínio? Veja a resposta e baixe uma calculadora gratuita

Você sabe como é definida a taxa do condomínio? Essa é uma dúvida comum...

Como criar uma planilha de prestação de contas do condomínio? Veja e baixe um modelo gratuito

Se você é síndico, sabe o quanto é desafiador fazer uma prestação de...

Como gerar boletos para condomínios?

Quando o tema é emissão e pagamento de boletos bancários, uma série de...

Demonstração de Resultado do Exercício garante uma gestão financeira eficiente

Fazer com que as despesas e receitas do condomínio fiquem equilibradas...

Receita garantida para condomínios: veja o que é e como funciona

Gerir um condomínio é uma tarefa desafiadora que exige equilíbrio,...

Fundo de reserva de condomínio: como funciona e como usar

Ao contrário do que muitos pensam, o fundo de reserva não é apenas uma...

6 dicas para diminuir os custos do condomínio

É quase unânime o número de pessoas que buscam reduzir gastos. Ainda mais...

Organizando as contas do condomínio

Veja as dicas da SocialCondo para você organizar a papelada e facilitar o...

Demonstrativo de receitas e despesas de condomínio: o que é e como fazer

É dever do síndico acompanhar a movimentação financeira da conta bancária...

Demonstração de Fluxo de Caixa: qual a importância para a saúde financeira do condomínio?

Quando se pensa em gestão financeira, condomínios muitas vezes não são os...

Sistema financeiro para imobiliária: a chave para economizar tempo e dinheiro

De acordo com uma pesquisa realizada com imobiliárias do Brasil, pelo...

Conta pool: o que é e quais são as vantagens?

Muitos síndicos penam na hora de lidar com a gestão financeira do...

5 dicas simples para o controle financeiro de condomínios

A gestão de um condomínio pode ser comparada a gestão empresarial já que,...

Planejamento financeiro para condomínios: como fazer?

O planejamento financeiro para condomínios é uma etapa importante da...

Conta digital para condomínios: entenda o que é, principais vantagens e como abrir

A tecnologia beneficia a gestão de condomínios de diversas formas, e isso...

Dívida de condomínio prescreve? Confira o que a legislação fala sobre este assunto

Viver em um condomínio traz inúmeras vantagens, como segurança, áreas de...

Como economizar energia elétrica e reduzir as despesas de condomínio

A energia elétrica constitui em uma das maiores despesas de condomínio, e...

Um guia completo para elaborar e implementar um plano de contas eficiente em um condomínio

Gerenciar as finanças de um condomínio pode ser uma tarefa desafiadora. ...

Ex-síndico é condenado por abastacer o seu carro elétrico usando o dinheiro do condomínio

A administração de um condomínio envolve a gestão de recursos, a...

Guia completo para uma conciliação bancária eficiente no seu condomínio: o passo a passo definitivo

Administrar as finanças de um condomínio requer uma abordagem precisa e...

Conta pool: o que é e quais são as vantagens?

Muitos síndicos penam na hora de lidar com a gestão financeira do...

Planejamento financeiro para condomínios: como fazer?

O planejamento financeiro para condomínios é uma etapa importante da...

Novidades no TownSq: novo recurso para gestão da inadimplência do condomínio

Faça a gestão de acordos e acesse a situação da inadimplência do...

Conta pool é legal? Veja os riscos de optar por este modelo de conta

A conta pool tem sido adotada por algumas administradoras como uma forma...

Aprovação de contas em condomínio: como funciona?

Nem toda a aprovação de contas em condomínio precisa ser um bicho de sete...

Como criar uma planilha de prestação de contas do condomínio? Veja e baixe um modelo gratuito

Se você é síndico, sabe o quanto é desafiador fazer uma prestação de...

Cobrança indevida de fundo de reserva do condomínio: é obrigatório pagar?

Quando se vive em um condomínio, é natural que os moradores estejam...

A verdade que ninguém nunca contou aos síndicos sobre as taxas da administradora

Saiba toda a verdade por trás da taxa de administração cobrada pelas...

Contribuição sindical em condomínio: entenda como funciona

Contribuição sindical em condomínio residencial é um assunto que ainda...

Conta digital para condomínios: entenda o que é, principais vantagens e como abrir

A tecnologia beneficia a gestão de condomínios de diversas formas, e isso...

Saiba como o Débito Direto Autorizado moderniza a gestão financeira

As administradoras de condomínio têm como papel auxiliar nas demandas...

Justiça de Joinville suspende cobranças abusivas de taxas condominiais vencidas

A gestão de um condomínio requer atenção a diversos detalhes, e a...

Contador para condomínio: obrigatório ou opcional? Entenda!

Contabilidade é um dos temas da gestão condominial que mais causa dor de...

Demonstração de Fluxo de Caixa: qual a importância para a saúde financeira do condomínio?

Quando se pensa em gestão financeira, condomínios muitas vezes não são os...

Carta aberta a síndicos e administradoras de todo o Brasil

Caro leitor, Eu comecei a trabalhar com condomínios em 2010. De lá pra...

Auditoria em condomínios: prevenção contra fraudes

Condomínios lidam com muito dinheiro. Para você ter uma ideia, apenas na...

É possível utilizar o dinheiro do condomínio para fazer investimentos?

Se você é síndico de um condomínio, provavelmente já ouviu falar do fundo...

Demonstrativo financeiro de condomínio: aprenda como fazer

A gestão financeira do condomínio é uma das atividades mais cruciais...

Justiça de Joinville suspende cobranças abusivas de taxas condominiais vencidas

A gestão de um condomínio requer atenção a diversos detalhes, e a...

Certidão Negativa de Débito Condominial: o que é, para que serve e como emitir?

Ao lidar com questões imobiliárias, especialmente em condomínios, é comum...

Cobrança indevida de fundo de reserva do condomínio: é obrigatório pagar?

Quando se vive em um condomínio, é natural que os moradores estejam...

O que acontece se eu não pagar o condomínio? Veja quais são todas as consequências

Entre as principais dúvidas de condôminos e inquilinos, esta se destaca:...

Administradora de condomínios: veja 7 estratégias de redução de custos na empresa

As administradoras de condomínio assumem um papel importante quando se...

Conta digital para condomínios: entenda o que é, principais vantagens e como abrir

A tecnologia beneficia a gestão de condomínios de diversas formas, e isso...

Previsão orçamentária de condomínio: o que é e como fazer?

Faz parte do trabalho do síndico realizar uma boa previsão orçamentária...

Como aumentar a arrecadação do condomínio (e diminuir sua taxa mensal!)

Em tempos de crise é fundamental pensar em alternativas para reduzir...

2 Comentários

  1. Alan

    Bom dia.
    Eu entendi sobre a cobrança da taxa do condomínio. Porém aqui, na descriminação tem valor maior escrito cota condominial ex(288)e a luz, água, gás (congas) fundo de reserva são cobrados mensalmente de acordo com o gasto naquele mês, ou seja a cota condominial é fixa, mas esse consinveis são variados mensalmente, então o correto quando há reajuste anual do condomínio, não é reajustar apenas a base da cota que seria 288, pois quando há aumento de consumo ou a concessionária do serviço aumenta água gás e etc nos já pagamos esse reajuste individualmente. Porque acho errado reajustar o valor todo somado, se os consinveis a gente já paga com variação de consumo.

    Responder
  2. Alan

    Bom dia.
    Eu entendi sobre a cobrança da taxa do condomínio. Porém aqui, na descriminação tem valor maior escrito cota condominial ex(288)e a luz, água, gás (congas) fundo de reserva são cobrados mensalmente de acordo com o gasto naquele mês, ou seja a cota condominial é fixa, mas esse consinveis são variados mensalmente, então o correto quando há reajuste anual do condomínio, não é reajustar apenas a base da cota que seria 288, pois quando há aumento de consumo ou a concessionária do serviço aumenta água gás e etc nos já pagamos esse reajuste individualmente. Porque acho errado reajustar o valor todo somado, se os consinveis a gente já paga com variação de consumo

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *