Piscina do condomínio: cuidados na hora de fazer a manutenção

O verão é uma estação diferente para o condomínio. É o período de férias para muitos, o que aumenta consideravelmente o fluxo de pessoas nas áreas comuns. Sem dúvidas, a piscina do condomínio é o espaço mais concorrido nessa época.

Por causa disso, a piscina se torna um dos ambientes que mais requer cuidado na hora de fazer a manutenção condominial. E garantir condições adequadas para aos moradores é responsabilidade do síndico.

Pensando nisso, separamos alguns itens que não podem faltar na hora de fazer a manutenção de condomínio na área da piscina do condomínio. Confira:

Manutenção da piscina em condomínio

Cloro

O cloro deve ser reposto de dois em dois dias durante o verão.

Controle do pH

O pH deve ser medido uma vez por semana. Esse cuidado é fundamental para o bom funcionamento da piscina. Se o pH estiver no nível correto, os equipamentos terão uma durabilidade maior e a qualidade da água não será comprometida. O nível do pH deve estar sempre entre 7,2 a 7,6, ou seja, levemente alcalina.

Demais sujeiras

Cuidados manuais, como a peneiração, continuam fundamentais para a retirada de sujeiras mais “grossas” como galhos, folhas, insetos e outras sujeiras. Após a limpeza superficial, procure realizar a aspiração a cada dois dias e uma escovação de 15 em 15 dias.

Regras para o uso da piscina do condomínio

Além dos cuidados com a limpeza da piscina, há certos comportamentos que devem ser incentivados na hora de utilizar o espaço. Para que tudo saia de acordo com as normas da boa convivência, o síndico deve atentar os moradores para os seguintes tópicos:

Horário de uso

O horário de funcionamento das piscinas em condomínio é determinado pelas as regras do regimento interno. É comum que as piscinas tenham horários que respeitam a rotina regular (ex.: 9h às 17h), podendo ser diferentes nos finais de semana. No verão, é possível que o horário seja estendido (ex.: 9h às 19h).

Segurança de crianças

O condomínio pode restringir o acesso de crianças na piscina por questões de segurança. Para evitar acidentes, menores de idade só podem entrar na piscina no condomínio quando acompanhadas por um responsável. É de interesse comum que haja normas que protejam os moradores de possíveis acidentes.

Normas de utilização

Piscinas em condomínios devem contar com avisos e placas indicando as regras do local. Essas normas também podem ser conferidas no regimento interno do condomínio.

Algumas regras mais comuns para piscinas em condomínio são:

  • Não consumir alimentos e bebidas na área da piscina;
  • Moradores não podem andar fora das dependências da piscina utilizando trajes de banho;
  • Não é permitido levar copos, garrafas, latas de cerveja e demais itens de vidro ou material cortante para o local;
  • Moradores devem controlar crianças para que não sujem a água ou se machuquem;
  • É proibida a presença de animais no espaço voltado às piscinas;
  • Todos devem tomar uma ducha antes de entrar na água;
  • É proibido usar equipamentos de som na área de lazer.

Essas e outras obrigações ajudam a garantir a ordem e a harmonia na convivência entre vizinhos.

piscina em condomínio

A água é um ambiente perfeito para a proliferação de bactérias e fungos que podem causar sérios problemas de saúde aos moradores. Logo, o condomínio tem a obrigação de prezar pela saúde coletiva.

Doenças que podem ser transmitidas pela água da piscina:

  • Problemas gastrointestinais, como diarreias e vômitos;
  • Erupções cutâneas;
  • Infecções oculares, como conjuntivite;
  • Doenças no ouvido ou no trato respiratório;
  • Infecções por fungos, como micoses.

Exame médico para piscina de condomínio

O exame médico é importante, pois serve para conferir se a pessoa pode frequentar a piscina do condomínio sem oferecer riscos para os outros moradores. Se o condômino está saudável, é obtido o atestado para uso de piscina coletiva.

Médicos que podem oferecer atestado para uso de piscina são:

  • Médicos de família;
  • Pediatras;
  • Dermatologistas;
  • Clínicas gerais.

Atestado médico para piscina coletiva

O atestado médico para utilizar a piscina do condomínio não é obrigatório em todos os municípios e estados, mas nada impede que o condomínio faça a exigência. Inclusive, essa é uma medida prudente que busca preservar a saúde dos condôminos que usam a piscina.

No estado de São Paulo, os artigos 51 e 52 do Decreto nº 13.166/79 estabelecem que é obrigatório o morador passar por um exame prévio antes de usufruir da piscina. É preciso apresentar uma ficha médica assinada por um profissional habilitado. A lei também determina que é proibida a entrada na piscina de pessoas portadoras de doenças transmissíveis ou com feridas abertas.

Para determinar se o condomínio que você administra exige a apresentação de atestado médico para uso de piscina coletiva, é necessário conferir o regimento interno.

Se a assembleia achar prudente, o condomínio deve aprovar a exigência de atestado médico ou dermatológico para uso de piscina do condomínio. A aprovação é feita com a maioria dos votos de uma reunião de assembleia, com quórum de dois terços de todos os condôminos.

Validade do atestado médico para piscina

Como explicamos anteriormente, a exigência e as particularidades do atestado médico para uso da piscina em condomínio é definido pelas normas da região e do regimento interno do condomínio.

Conforme as especificações do Decreto nº 13.166 do Estado de São Paulo, o exame médico deve ser atualizado semestralmente. Portanto, a validade do atestado médico para piscinas em municípios paulistas é de seis meses.

O Conselho Regional de Medicina do Paraná também recomenda que o atestado médico para utilização de piscinas seja renovado a cada seis meses.

Para que o atestado seja válido, é necessário que ele contenha as seguintes informações:

  • Nome do solicitante/paciente;
  • Data da consulta;
  • Informações sobre o estado de saúde do morador;
  • Confirmação da aptidão para frequentar a piscina;
  • Nome e assinatura do profissional da saúde;
  • Número do registro profissional do médico.

Depois da piscina do condomínio estar revisada e com os devidos avisos expostos é só aproveitar o verão!

Planeje as manutenções da piscina do condomínio com mais organização! Baixe a Planilha de Controle de Condomínio, totalmente gratuita.

Scroll Up