Ex-síndico responde por quanto tempo? Veja qual o prazo de obrigação do síndico perante o condomínio

por | jul 20, 2023 | Gestão Condominial

Você já se perguntou até quando um ex-síndico pode ser responsabilizado pelas suas ações durante a gestão de um condomínio? 

A responsabilidade do síndico é uma questão importante e muitas vezes cercada de dúvidas entre os condôminos e administradores. Compreender o período de obrigações do síndico após o término do mandato é essencial para garantir uma gestão transparente e evitar conflitos futuros. 

Neste post, vamos explorar o prazo de responsabilidade do ex-síndico perante o condomínio, analisando os aspectos legais e as normas que podem influenciar essa questão. Continue lendo para entender melhor.

Quem responde judicialmente pelo condomínio? 

Quem responde judicialmente pelo condomínio é o próprio síndico. Como representante legal do condomínio, o síndico é responsável pelas ações e omissões relacionadas à administração do condomínio durante o seu mandato. 

Portanto, quando ocorre uma responsabilização judicial do condomínio, é o síndico, na qualidade de seu representante legal, que será chamado a responder pelas ações e decisões tomadas em nome do condomínio. 

Isso inclui questões como má administração financeira, negligência em manutenções, omissões que causem danos ou prejuízos a terceiros, entre outros. 

É importante que o síndico exerça suas funções com diligência, transparência e em conformidade com as leis e regulamentos pertinentes para evitar problemas legais e proteger o condomínio e seus condôminos. 

Em algumas situações, é recomendável que o síndico contrate um seguro de responsabilidade civil para garantir uma cobertura adequada em caso de ações judiciais relacionadas à sua gestão. 

Em quais situações o síndico pode ser processado?

O síndico pode ser processado em diversas situações, principalmente quando suas ações ou omissões causam prejuízos ou violações aos direitos dos condôminos, ou quando ele age em desacordo com suas obrigações e responsabilidades legais. 

Algumas das situações em que um síndico pode ser processado incluem: 

Má administração financeira 

Se o síndico não gerenciar adequadamente as finanças do condomínio, não prestar contas de forma transparente ou desviar recursos, ele pode ser responsabilizado por má administração financeira. 

Descumprimento de deveres legais 

O síndico tem obrigações legais que variam de acordo com a legislação local e as normas do condomínio. 

Se ele não cumprir com essas obrigações, como manter a segurança das áreas comuns, realizar manutenções necessárias ou garantir o cumprimento das normas condominiais, pode ser alvo de processo. 

Abuso de poder 

Caso o síndico tome decisões arbitrárias ou abuse de sua posição para prejudicar algum condômino, ele pode enfrentar consequências legais. 

Discriminação 

Se o síndico discriminar algum morador ou funcionário do condomínio com base em raça, gênero, religião ou qualquer outra característica protegida por lei, ele pode ser processado por discriminação. 

Conflito de interesses 

Se o síndico se envolver em negócios ou contratos que possam gerar conflitos de interesse com a administração do condomínio, pode ser acusado de agir em benefício próprio em detrimento dos demais condôminos. 

Danos materiais ou pessoais 

Se o síndico for negligente no cuidado das áreas comuns do condomínio e isso resultar em danos materiais ou pessoais, ele pode ser responsabilizado por esses danos. 

Violação de privacidade 

Caso o síndico acesse indevidamente informações pessoais dos condôminos ou viole sua privacidade de alguma forma, ele pode enfrentar consequências legais. 

Uso inadequado de recursos do condomínio 

Se o síndico utilizar recursos do condomínio para fins pessoais ou de forma inadequada, poderá ser processado por apropriação indébita ou desvio de verbas.

O ex-síndico responde por quanto tempo? Veja o prazo de obrigação do síndico perante o condomínio 

O mandato de um síndico tem duração de dois anos, no entanto, após este prazo, o Código Civil diz que o síndico ainda terá responsabilidade civil sobre as ações do seu mandato durante até três anos após o término dele. 

Veja o que diz a legislação: 

“Art. 206, § 3º, V: O prazo prescricional de três anos para a pretensão de reparação civil aplica-se tanto à responsabilidade contratual quanto à responsabilidade extracontratual.” 

Para outros casos ou para solucionar dúvidas relacionadas à sua situação, é necessário procurar um advogado condominial. Afinal de contas, cada situação é diferente e é necessário um especialista para resolver a sua. 

Este artigo ajudou você? Aproveite para ver também em quais outras situações o síndico pode ser processado e o que fazer. Boa leitura! 

Relacionados

Gestão de condomínios pequenos: como vencer os desafios e fazer uma gestão eficiente

Os condomínios não são todos iguais. Eles variam muito em finalidade,...

Como fazer o cadastro de prestadores de serviços em condomínios

Todos os dias, dezenas de pessoas passam pela portaria do condomínio....

Regras de convivência no condomínio: Melhores práticas e exemplos 

Quem deseja morar em um condomínio, precisa ter em mente a necessidade de...

Contas a receber do condomínio: conheça estratégias certeiras

Quando estamos em um contexto empresarial, o setor de contas a receber...

O que saber antes de morar em condomínio? Veja aqui

Se tem uma coisa que passa pela cabeça de muitas pessoas que vão comprar...

Portaria remota: o que é e como funciona? Veja as vantagens

A portaria remota funciona, literalmente, à distância e proporciona maior...

Assembleia geral de instalação do condomínio: o que é e quando ocorre?

A criação de um condomínio edilício marca não apenas a entrega de...

Regras de Condomínio: Áreas em Comum

As áreas em comum dentro dos condomínios são opções ótimas para lazer e...

O que o zelador não pode fazer no condomínio?

O zelador é o profissional encarregado de vigiar, fiscalizar e zelar pelo...

Saiba o que acontece se o condomínio falir

Será que um condomínio pode vir à falência? Apesar de não possuir...

Saiba tudo sobre assembleia de condomínio

As assembleias de condomínio são um dos momentos mais relevantes da vida...

Planilha de limpeza de condomínio: acesse e baixe grátis

Sujeira, poeira, mal cheiro e até mesmo infestação de insetos. Uma má...

10 modelos gratuitos de mensagens para moradores de condomínio

A comunicação é uma etapa importante na rotina do síndico, pois permite...

Primeira assembleia no condomínio: como realizá-la do jeito certo

Um novo condomínio foi desenvolvido, passou por um grande trabalho de...

Guia completo do porteiro: o que faz, quanto ganha e quais os direitos e deveres deste profissional?

Você já se perguntou o que um porteiro realmente faz? Quanto ganha? Quais...

Gestão do tempo para síndicos: táticas infalíveis para otimizar a sua rotina

A gestão do tempo é um processo de organização e planejamento das...

Como fazer alteração de convenção de condomínio? Veja o passo a passo

A Convenção do Condomínio é um conjunto de regras, normas e diretrizes...

Como criar uma apresentação de prestação de contas no Powerpoint?

Confira como criar uma apresentação de prestação de contas no PowerPoint...

Condomínio pode alterar vaga de garagem? Veja a resposta

As vagas de garagem em condomínios são bens privativos e de uso exclusivo...

Como administrar um condomínio de pequeno porte de maneira eficaz

A administração condominial precisa entender todas as necessidades do...

Condomínio pode alterar vaga de garagem? Veja a resposta

As vagas de garagem em condomínios são bens privativos e de uso exclusivo...

[MATERIAL GRATUITO] Modelo de Convenção de Condomínio

A Convenção de Condomínio é um documento que reúne as principais regras...

Regras de Condomínio: Áreas em Comum

As áreas em comum dentro dos condomínios são opções ótimas para lazer e...

Guia completo para contratar os funcionários do seu condomínio: veja o passo a passo

Contratar funcionários exige atenção e dedicação, pois os profissionais...

Vigia de condomínio: qual a função, salário e deveres desta profissão

Num cenário onde a segurança se torna uma prioridade inegável, é o vigia...

Modelo de ata de condomínio: veja como utilizar na prática + modelo gratuito para síndicos

Uma ata é um material importante para o condomínio, pois ajuda a...

Primeira assembleia no condomínio: como realizá-la do jeito certo

Um novo condomínio foi desenvolvido, passou por um grande trabalho de...

O que fazer se nenhum síndico se candidatar? Confira aqui quais outras opções tomar

Não ter um candidato durante uma eleição para síndico de condomínio, pode...

Dedetização em condomínio: quem paga a conta?

A manutenção e o cuidado com a limpeza de um condomínio são essenciais...

Deixe a bagunça de lado: tenha uma gestão de condomínio organizada e livre de estresse com essas dicas práticas

A gestão condominial pode se tornar uma bagunça se não houver eficiência....

Como construir um time de alta performance na sua administradora de condomínios

Construir um time de alta performance é essencial para o sucesso de...

Vaga de garagem em condomínio: GUIA COMPLETO

Vaga de garagem em condomínio: um dos espaços mais ocupados pelos...

5 erros de gestão condominial: saiba quais são e como evitá-los

A gestão de um condomínio é amplamente comparada com a gestão de uma...

Gestão fiscal do condomínio: trilhe o caminho da eficiência

O condomínio, apesar de não ser uma empresa, possui obrigações passíveis...

Como administrar um condomínio de pequeno porte de maneira eficaz

A administração condominial precisa entender todas as necessidades do...

Reunião de condomínio: como ter uma experiência tranquila e pacífica?

A reunião do condomínio é um dos momentos mais importantes do trabalho de...

Primeira assembleia no condomínio: como realizá-la do jeito certo

Um novo condomínio foi desenvolvido, passou por um grande trabalho de...

10 modelos gratuitos de mensagens para moradores de condomínio

A comunicação é uma etapa importante na rotina do síndico, pois permite...

Como trocar de administradora de condomínio? Veja aqui quais são as melhores práticas

A administradora é uma empresa prestadora de serviços contratada pelo...

Como deve ser o boleto do condomínio? Saiba como e evite fraudes e golpes

Neste post, mergulharemos no universo do boleto do condomínio,...

Impugnação de assembleia de condomínio: como evitar?

Impugnação de assembleia em condomínio é um mal que assombra muitos...

O guia definitivo para expandir e alavancar o sucesso da sua imobiliária

No cenário competitivo do mercado imobiliário, destacar-se e alcançar o...

6 planilhas gratuitas e essenciais para otimizar o trabalho do síndico

Procurando planilhas para condomínio? Veja aqui uma lista com 6 das...

O candidato a síndico pode votar nele mesmo? Entenda tudo sobre a eleição condominial

A eleição de síndico em condomínios muitas vezes se torna um verdadeiro...

Como realizar cotações para condomínio?

Administrar um condomínio não é tarefa fácil. É preciso mediar conflitos...

Chamados, o livro de ocorrências do condomínio online

A comunicação entre o síndico os moradores é um ponto chave na gestão bem...

Gestão do tempo para síndicos: táticas infalíveis para otimizar a sua rotina

A gestão do tempo é um processo de organização e planejamento das...

As vantagens da terceirização de serviços para a gestão condominial

Quando se fala em terceirização de serviços, existem dois grupos: o que é...

Gestão de condomínios pequenos: como vencer os desafios e fazer uma gestão eficiente

Os condomínios não são todos iguais. Eles variam muito em finalidade,...

Como construir um time de alta performance na sua administradora de condomínios

Construir um time de alta performance é essencial para o sucesso de...

Tenho direito de saber quem reclamou no condomínio? Confira a resposta

Seja por questões de barulho, vaga de estacionamento, uso inadequado das...

Controle de Convidados – Salão de Festas Residencial

As normas de condomínio tem a função de esclarecer e organizar como a...

Guia completo dos documentos do condomínio: como organizar e por quanto tempo guardar

Para realizar uma boa gestão condominial, o síndico precisa se atentar a...

Veja se você faz assembleia virtual do condomínio da forma correta

Além de alterar a rotina da comunidade e a logística de higienização, há...

Prevenção e combate de incêndios no condomínio

Todo mundo sabe que não dá para brincar com fogo. Incêndio no condomínio...

Aplicativo de comunicação: como escolher o melhor para o seu condomínio?

A comunicação eficiente é essencial para o bom funcionamento de um...

O que o zelador não pode fazer no condomínio?

O zelador é o profissional encarregado de vigiar, fiscalizar e zelar pelo...

O síndico pode proibir visitas ao condomínio? Veja a resposta neste artigo!

O Síndico pode proibir visitas ao condomínio? Esta é uma questão...

O candidato a síndico pode votar nele mesmo? Entenda tudo sobre a eleição condominial

A eleição de síndico em condomínios muitas vezes se torna um verdadeiro...

Especialmente serparados para você

5 Comentários

  1. OSVALDO MENDES RATIER

    Ótimo de muita valia para a sindicância

    Responder
  2. Marconi Rodrigues

    Prezados, gostaria de informações sobre o pagamento de encargos do SÍNDICO, tais como INSS (previdenciário) e IRPF (imposto de renda). Obrigação dos pagamentos/recolhimento é do condomínio ou do próprio SÍNDICO descontando dó prólabore que percebe do condomínio. Outra dúvida: o condomínio deverá pagar combustível para o SÍNDICO? Obrigado Marconi Rodrigues

    Responder
  3. Pedro Rozendo Da Silva

    Muito boa a matéria a respeito das responsabilidade Civil do Síndico Profissional. E também serve para os Síndicos Moradores e Voluntários.

    Responder
    • MANOEL MEDEIROS DE LIMA

      Prezados,
      A administração do meu condomínio estava autorizando o pagamento pró-labore do síndico no valor integral junto a administradora através de e-mail, onde o correto seria através de RPA, dessa forma o condomínio estava sendo onerado em 11% de INSS, após a minha reclamação o pagamento passou a ser realizado de forma correta, pergunto os valores recebidos indevidamente, mesmo as contas já tendo sido aprovadas em assembleia, podem ser cobradas judicialmente?

      Responder
  4. MARCOS NARCISO DA SILVA MOURA

    Muito esclarecedor, obrigado!!!!Q

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *