O melhor aplicativo de condomínio: descubra como escolher

O melhor aplicativo de condomínio: descubra como escolher

Seja para convocar os condôminos para a reunião de assembleia ou para procurar resolver problemas no condomínio: a comunicação é uma ferramenta indispensável ao síndico. E com a evolução tecnológica, o síndico deixou de lado alguns meios tradicionais de comunicação e passou a investir na tecnologia para levar informações à comunidade. Veja a seguir quais são os melhores aplicativos para condomínio.

Não é à toa, uma vez que a comunicação via mural, carta e bilhetes possuem limitações. Se o condômino viajou, por exemplo, como faz pra receber a convocação?

A tecnologia tem resposta pra isso e pra outros desafios da gestão condominial. O digital já trouxe facilidade para o transporte, a alimentação, entre outros. E no condomínio não seria diferente: aplicativos e softwares já existem para facilitar a comunicação e a gestão do síndico.

Aplicativos já se tornaram indispensáveis para o trabalho do síndico, isso é um fato. Mas a dúvida que permanece é: qual é o melhor aplicativo de comunicação para o condomínio? Como o síndico pode escolher o melhor app para o seu condomínio?

Para responder essa dúvida, preparamos uma lista com 5 dicas para o síndico escolher o aplicativo para a comunicação do condomínio. Veja a lista completa abaixo:

1. Use mais de um aplicativo para a comunicação do condomínio

Sim, o síndico não precisa usar um único aplicativo para toda a comunicação do condomínio. O mais inteligente é aliar soluções, porque cada uma possui benefícios e limitações.

O WhatsApp, por exemplo. É o app de comunicação mais popular, usado por praticamente todo mundo, algo que já faz parte do nosso dia a dia.

Ao mesmo tempo, o grupo do condomínio tem sido usado como espaço para ofender síndicos. A imprensa já noticiou casos de síndicos que foram difamados em grupos de WhatsApp.

Em São Paulo, um síndico recebeu R$ 15 mil de indenização pelas ofensas. No Distrito Federal, outro síndico acusado de corrupção por uma condômina recebeu indenização de R$ 2,5 mil. É muito difícil o síndico conseguir abolir o grupo de WhatsApp do condomínio. E essa nem é a melhor solução, uma vez que o aplicativo possui benefícios, como listamos acima. O caminho então é aliar soluções digitais para a comunicação do condomínio.

Exemplo: o grupo de WhatsApp segue como ambiente para discussão dos moradores, mas o síndico não participa dele e nem permite que o grupo leve o nome do condomínio, deixando claro que a comunicação oficial dele como gestor do condomínio acontece em um outro app.

2. Invista em um aplicativo de condomínio pago e não se arrependa

Os aplicativos gratuitos têm essa vantagem clara: você não precisa pagar nada para usá-los. Mas, em compensação, eles se mostram bastante limitados em algumas situações.

E já que você está em busca do melhor aplicativo para condomínio, deve prestar atenção nessas limitações. Uma questão é o suporte.  Algumas ferramentas gratuitas não oferecem um atendimento de qualidade quando surge um problema com a sua conta. É praticamente impossível falar com um atendente.

A solução, muitas vezes, é perguntar em um fórum e torcer para ser respondido. Outro problema são as funções. Geralmente, os aplicativos pagos possuem mais funções.

Voltando ao exemplo do WhatsApp, ele não envia avisos e outras notificações de mensagem por e-mail. Função essa que outros apps de comunicação oferecem. Aplicativos pagos oferecem um ambiente diferente para os moradores. Um ambiente mais formal que incentiva um comportamento mais cuidadoso. 

Quem observou isso na prática foi o Guilherme Ricardo, síndico no Rio de Janeiro. Ele implantou um aplicativo pago no condomínio e notou a diferença na comunicação dos moradores. Segundo ele, “uma ferramenta que limita essas gafes é primordial pro condomínio”.

3. Histórico de comunicação disponível é fundamental

Uma das qualidades da tecnologia é a possibilidade de arquivar informações. Mensagens trocadas há anos ficam salvas e podem ser consultadas a qualquer momento. Isso representa uma vantagem em várias situações. 

Quando um condômino reclama que não recebeu determinado aviso: o síndico consegue provar que avisou. Em alguns casos é possível demonstrar que o condômino visualizou a mensagem. 

Os registros do aplicativo ajudam também o síndico a se organizar. Na hora de apresentar os resultados para a comunidade, ele consegue acessar os registros de comunicação e encontrar os avisos que fez durante o ano e outras informações que ficariam perdidas se não estivessem registradas no digital. O melhor aplicativo para o seu condomínio será aquele que oferecer um histórico fácil de navegar.

4. O síndico deve estar no controle da comunicação

Esse é um aspecto fundamental. O síndico, como responsável pela administração do condomínio, precisa ter controle da comunicação do condomínio. Quando isso não acontece, fica mais difícil controlar as confusões que inevitavelmente surgem na convivência dos moradores. 

Os próprios moradores podem obter uma imagem negativa do síndico ao perceberem que ele não consegue controlar as discussões que podem surgir em grupos de condomínio.

A solução então são aplicativos que permitam o controle da comunicação institucional do condomínio pelo síndico. Através da possibilidade de criar grupos específicos para conversar com diferentes membros, por exemplo, ou evitando que determinadas mensagens sejam publicadas em um espaço onde todos os condôminos podem visualizar.

5. Escolha um aplicativo fácil de usar

O aplicativo pode ter inúmeras funções, mas vai tudo por água abaixo se a experiência dos usuários for negativa. Quando o app é difícil, o morador deixa de usar e o síndico também. Se o tal aplicativo for pago, isso significa dinheiro jogado fora.

Um aplicativo ou software se torna fácil de usar quando o síndico e os moradores podem usar ele para executar uma série de funções relacionadas ao condomínio: reserva de espaços coletivos, liberação de portaria, armazenamento de documentos, livro de ocorrências, envio de convocação, etc.

Alguns síndicos inclusive optam por manter a comunicação do condomínio fora do celular, preocupados com a adaptação dos moradores de mais idade. Ainda bem que existem aplicativos cujo uso só precisa seguir algumas orientações simples.


Seguindo essas cinco dicas básicas, o síndico consegue escolher o melhor aplicativo ou os aplicativos ideais para a comunicação no condomínio. Não deixe de compartilhar suas opiniões sobre o tema nos comentários abaixo. Quem sabe nós podemos ajudar você a resolver algum problema do condomínio através da comunicação.

Ainda não tem um aplicativo de comunicação no seu condomínio? Baixe o modelo de comunicado gratuito

Condomínio sustentável: carros elétricos e outras alternativas

Condomínio sustentável: carros elétricos e outras alternativas

Já faz tempo que a ideia de um condomínio sustentável deixou de ser algo do futuro. A realidade é que o mercado condominial brasileiro tem buscado cada vez mais alternativas que priorizam práticas sustentáveis em prol do meio ambiente e da qualidade de vida dos moradores, além de reduzir os custos da gestão.
Seguindo uma tendência mundial, certas regiões do país já estão aprovando normas e regras que colocam a sustentabilidade em destaque na rotina do condomínio. Um exemplo disso é a Lei 17.336 em São Paulo a respeito do carregamento de carros elétricos.
Visando informar os síndicos e demais integrantes da comunidade condominial, montamos este artigo atualizado sobre sustentabilidade no condomínio. Aqui, vamos abordar algumas alternativas que podem ser colocadas em prática ao deixar seu condomínio sustentável, sem ignorar a redução de custos.
Em seguida, você irá aprender sobre:

O que é um condomínio sustentável?

Por que um condomínio deve ser sustentável?

Carros elétricos em condomínios – Lei 17.336 em São Paulo

Carros elétricos em condomínios – no restante do país

Outras ideias inovadoras para sustentabilidade no condomínio

Por que o síndico deve entender de condomínios sustentáveis?

O que é um condomínio sustentável?

Quando falamos sobre condomínios sustentáveis, o primeiro passo que precisamos dar é compreender o que significa o termo.
Em seu princípio, sustentabilidade no condomínio significa desenvolver técnicas que buscam reduzir o impacto ambiental daquele empreendimento, tanto no dia a dia da administração quanto no momento da sua construção.
O Ministério do Meio Ambiente através do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) identifica impacto ambiental como qualquer forma de alteração no meio ambiente causada por atividades humanas, sejam elas diretas ou indiretas. 
Leia o Artigo 1º da Resolução CONAMA 001/86 do em sua integralidade abaixo:

Resolução CONAMA nº 1, de 23 de janeiro de 1986.
Art. 1º – Para efeito desta Resolução, considera-se impacto ambiental qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam:
            I – a saúde, a segurança e o bem-estar da população;
            II – as atividades sociais e econômicas;
            III – a biota;
            IV – as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente;
            V – a qualidade dos recursos ambientais.

Confira o que diz a RESOLUÇÃO CONAMA Nº 001/86 por completo acessando o documento da norma. O documento aborda questões sobre áreas de proteção ambiental, comumente chamadas de áreas verdes.
Além da parte envolvendo o meio ambiente, o termo sustentabilidade em condomínio também pode referir-se à parte financeira e de recursos. Por exemplo, um condomínio sustentável também pode ser um condomínio cuja gestão sabe usar seus recursos financeiros e de pessoal de forma inteligente, gastando menos e produzindo mais.
Explicado o que é condomínio sustentável, continue lendo para entender formas e práticas sustentáveis que podem e, em determinados casos, devem ser aplicadas em sua gestão condominial.

Por que um condomínio deve ser sustentável?

Entendido o que significa um condomínio sustentável e como os órgãos governamentais definem impacto ambiental, talvez você esteja se perguntando: por que um condomínio precisa ser sustentável?

Resumidamente, um condomínio precisa ser sustentável devido à escassez de recursos naturais que existem no planeta.

No entanto, não podemos deixar de lado as questões econômicas. Além de bom para o meio ambiente, um empreendimento sustentável significa redução de custos a longo prazo para os condôminos e também indica a valorização do imóvel como um todo, conforme uma tendência já percebida no mercado.
Leia também:

Estudos mostram que sustentabilidade tem se tornado uma das principais preocupações do consumidor. Uma comprovação disso é uma pesquisa realizada pelo IBOPE em parceria com a Universidade de Yale, dos Estados Unidos. O estudo comprovou que 61% dos brasileiros se declararam muito preocupados com o meio ambiente. 
Provavelmente como reflexo disso, já é possível notar um aumento nas vendas de instalações para substituir a necessidade de energia elétrica no condomínio, como é o caso da energia solar. De acordo com a Agência Nacional de Energia (ANEEL), a taxa de instalações de unidades que permitem que o condomínio use energia solar para abastecer áreas comuns e privativas triplicou em 2019.
Somente no primeiro semestre de 2020, aumentou em 70% as instalações de equipamentos de energia solar quando comparado ao mesmo período no ano anterior. Os dados apenas comprovam que sustentabilidade tem sido um mercado lucrativo apesar da pandemia, não é mesmo?

Leia também:

Por outro lado, também existe outro motivo importante sobre porque um condomínio deve ser sustentável. Cada vez mais municípios e estados têm aprovado leis e normas que obrigam o investimento em práticas sustentáveis. E os condomínios não ficam de fora disso.
Um exemplo de norma governamental que afeta condomínios em termos de sustentabilidade é a Lei nº 17.336 em São Paulo que aborda o uso de veículos elétricos e híbridos, que emitem nenhum ou poucos gases poluentes como o dióxido de carbono (CO2).

Carros elétricos em condomínios – Lei 17.336 em São Paulo

Você sabia que condomínios de São Paulo são obrigados por lei a oferecer recarga de veículos elétricos? A determinação foi estabelecida pela Lei nº 17.336, aprovada em 30 de março de 2020.
Conforme a lei, condomínios residenciais e comerciais no município de São Paulo devem prever algum modo de recarga de veículos elétricos.
Em visão disso, empresas do ramo de energia sustentável têm auxiliado administradoras e condomínios a adaptarem-se à norma oferecendo instalação gratuita de pontos de recarga para carros elétricos e híbridos nas áreas comuns – como é o caso da Zletric, empresa parceira da TownSq e que oferece descontos para clientes TownSq Shopping.

“A experiência que geramos para o usuário é a que ele possa fazer seu deslocamento como fazia com o carro movido a gasolina, sem a preocupação de planejar uma recarga”, explica Pedro Schaan, CEO da Zletric.

Esse planejamento de recarga a qual Pedro se refere é que, devido à anterior falta de iniciativa, o condômino que optar por dirigir um veículo elétrico precisa organizar seu itinerário mapeando esses pontos de carregamento. Agora, o condômino pode dirigir tranquilo sabendo que poderá carregar seu carro ao final do dia sem precisar sair do condomínio.
A medida afeta apenas edifícios novos, protocolados a partir da data de vigência da lei. Desse modo, apenas edificações novas e protocoladas a partir de 31 de março de 2021 deverão segui-la. Assim, edifícios antigos não precisam investir em plugs para carros elétricos por enquanto – a não ser que essa seja uma demanda debatida e aprovada em reunião de assembleia.
Do mesmo modo, conjuntos habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos (como situações do Minha Casa Minha Vida, por exemplo) não precisam se adequar à norma desde que comprovada a impossibilidade técnica ou econômica.
Porém… Você deve estar se perguntando:

Quem vai pagar a conta de energia elétrica para carregar esses carros?

A lei possibilita que o uso de energia tenha medição individualizada por usuário, que pode ser cobrado pela energia que for consumida.
No caso da Zletric, referência na área, a solução para isso foi instalar vagas de estacionamento com carregadores para os veículos elétricos sem custo de aquisição. Como explica o CEO Pedro Schaan, o sistema funciona através da política de “pague pelo o que você usar”. Somente o morador que usar o sistema precisará pagar pela energia consumida.

Para conferir a Lei Nº 17.336, de 30 de março de 2020 na íntegra, acesse o site do município de São Paulo.

Carros elétricos em condomínios – no restante do país

Ainda que o restante dos estados brasileiros não apresentem normas como a Lei 17.336 de São Paulo, isso é apenas uma questão de tempo.
Está em trâmites na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 5308/20, que busca isentar importações de veículos elétricos ou híbridos do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI). O PL 5308/20 também visa reduzir a zero valores de PIS/Pasep e Cofins na receita bruta de venda desses veículos no mercado interno e sobre possíveis incidentes durante a importação.
O projeto foi proposto pelo deputado Luiz Nishimori (PL/PR) e tem a intenção de tornar carros elétricos e híbridos mais acessíveis para a maioria dos brasileiros.

Mais informações sobre o PL 5308/2020 diretamente no site da Câmara dos Deputados.

Outras ideias inovadoras para sustentabilidade no condomínio

Além de instalar equipamentos e incentivar os moradores a utilizarem carros elétricos, separamos algumas dicas de como o síndico pode aplicar a sustentabilidade no condomínio. Veja:

  • Instalação de sistema de aquecimento solar de água
  • Reutilização de água da chuva para vasos sanitários
  • Instalação de painel para geração de energia a partir da luz solar
  • Uso de lâmpadas LED em todas as áreas comuns
  • Montar uma horta comunitária no condomínio
  • Contratar sistema de gestão de resíduos
  • Incentivar o uso racional da água por parte dos funcionários e moradores
  • Estabelecer ponto de coleta de óleo de cozinha que será descartado corretamente

Por que o síndico deve entender de condomínios sustentáveis?

Para finalizar esse artigo, acredito que é essencial explicar porque nós, da TownSq, gostamos tanto de abordar o tema sustentabilidade em condomínios. E a resposta é simples:

Para ser um síndico que se mantém relevante no cenário condominial atual, é imprescindível que tenha conhecimento sobre condomínios sustentáveis e saiba como geri-los.

Você tem interesse em saber mais sobre condomínios e ideias inovadoras para sustentabilidade? Queremos saber mais sobre o que você pensa sobre esse assunto.

3 ideias de sustentabilidade em condomínio para reduzir gastos

3 ideias de sustentabilidade em condomínio para reduzir gastos

Sustentabilidade em condomínios é um assunto que tem sido muito abordado nos últimos anos. Além de ser uma forma de contribuir para a preservação dos nosso recursos naturais, ações de sustentabilidade dentro do ambiente condominial ajudam a melhorar a qualidade de vida dos moradores, a valorizar o patrimônio e permitir que o empreendimento reduza seus gastos.
Falar sobre sustentabilidade nas reuniões de condomínio geralmente é motivo de polêmica. Há os moradores que reclamam, os que defendem o tema com unhas e dentes, os que acham muito trabalhoso realizar mudanças – há de tudo! E, como responsável pelo condomínio, é o síndico quem fica com a incumbência de apaziguar os ânimos, encontrar um meio termo que beneficie a comunidade e colocar em prática.

Leia também:

Pensando nisso, preparamos uma lista com três ideias que você, síndico, pode replicar nos condomínios onde atua. Sabemos que nem todos os condomínios possuem a verba e/ou o espaço suficiente nas áreas comuns para fazer grandes alterações em prol da sustentabilidade. Logo, selecionamos algumas dicas que envolvem pouco (ou nenhum) gasto. Confira:

1. Lixo zero em condomínios

Condomínios residenciais englobam uma grande quantidade de moradores. Apenas na cidade de São Paulo, é estimado que uma em cada três pessoas viva em um desses conjuntos habitacionais. Além disso, calcula-se que uma só pessoa produz cerca de 1 kg de lixo por dia, todos os dias.
Mesmo que a matemática não seja o seu forte, fica fácil compreender que condomínios tendem a produzir uma enorme quantidade de lixo no dia a dia. Assim, o descarte correto de todo esse resíduo se torna muito importante e esse é o foco da prática de lixo zero em condomínios.
Apesar do nome, lixo zero em condomínios significa adotar práticas sustentáveis que causem o máximo de aproveitamento do lixo. E a forma mais fácil de fazer isso é através da separação correta dos detritos, evitando que resíduos recicláveis, orgânicos e rejeitos se misturem.
Após recolhido, o lixo orgânico pode virar conteúdo para composteira, que depois é usado na manutenção dos jardins, das áreas externas e até mesmo da horta comunitária. Ao mesmo tempo, os materiais recicláveis podem servir como uma fonte de renda extra para o condomínio. Deste modo, apenas os rejeitos serão realmente descartados.
Para isso acontecer, o condomínio pode disponibilizar lixeiras de cores diferentes para que a medida seja seguida. Também é necessário que o síndico instrua os funcionários do condomínio e elabora regras com os moradores para que todos obedeçam e compreendam a importância dessa iniciativa.

Leia também:

2. Campanhas de economia de água e energia elétrica

Desenvolver campanhas que incentivam os condôminos a diminuir o consumo de energia elétrica e de água pode parecer algo simplório, mas acredite: medidas como essa importam.
Segundo dados da Green Building Council Brasil, entidade brasileira responsável pela certificação mundial de construções sustentáveis Liderança em Energia e Design Ambiental (LEED), prédios com políticas de sustentabilidade apresentam uma redução média de 40% no consumo de água e 20% nos custos com energia elétrica.
Importante lembrar que esse tipo de ação é praticamente sem custo para o condomínio, visto que você pode enviar lembretes aos moradores via aplicativo de gestão condominial ou colar cartazes nos murais. Resumindo, o condomínio só tem a ganhar!

Leia também:

3. Atenção as infiltrações

Todo síndico sabe que infiltrações trazem uma grande dor de cabeça para todos os envolvidos. Além de causar gastos, obras, barulho e sujeira, um vazamento despercebido também gera uma despesa a mais para o condomínio, especialmente quando a infiltração é em uma área comum e/ou a conta da água é dividida entre todos os moradores.
Faça revisões constantes e treine os funcionários do condomínio para detectar sinais de vazamentos como manchas, umidade, mofo e pintura descascada.

Leia também:

Pronto! Essas foram as nossas três dicas de sustentabilidade em condomínios que preparamos para você.
E lembre-se: quando falamos de sustentabilidade, é muito importante notar que atitudes locais influenciam o global. Ou seja, cada vez que um síndico se preocupa com sustentabilidade no condomínio, ele está ajudando a fazer a diferença na cidade e na vida dos condôminos – tanto na saúde, quanto no bolso.

Gostou do assunto? Não esqueça de incluir essas regras no regimento interno do seu condomínio. Faça download gratuito do nosso modelo de regimento interno agora!

Soluções de tecnologia para condomínios

Soluções de tecnologia para condomínios

A tecnologia veio para revolucionar o trabalho, a mídia, a saúde e tantas outras esferas da nossa vida. E com o nosso lar não seria diferente. A cada dia, mais gente passa a residir em condomínios, e esse crescimento do mercado condominial torna condôminos mais exigentes e demanda soluções para os desafios daquele ambiente. Essas mudanças deixam mais visíveis também as diferentes tarefas que um síndico precisa desempenhar em suas funções de gestão. E tecnologias que buscam melhorar a realidade de comunidades precisam entregar isso. A TownSq não só está atenta a tudo isso, como também assumiu o compromisso de promover essas mudanças, de facilitar o trabalho de síndicos e a experiência de condôminos e moradores. Então, confira abaixo as soluções que síndicos e comunidades tem a sua disposição:

O Síndico como protagonista com o TownSq Síndico Certificado

Uma comunidade engajada e fortalecida só existe a partir de uma gestão de qualidade promovida pelo síndico. Por isso, a TownSq oferece a certificação para Síndicos Profissionais, programa que inclui: 

  • Curso profissionalizante que prepara o síndico para os desafios da gestão condominial; 
  • Orientações comerciais para o posicionamento desse profissional no mercado; e 
  • Acesso personalizado à tecnologias que vão facilitar o seu trabalho, o que garante espaço para que o síndico possa crescer na profissão e se tornar um exemplo de sucesso. 

Tudo isso sob o âmbito da certificação. Estamos falando de uma empresa global, presente em milhões de lares, que aponta para o mercado, através da certificação, quais profissionais estão aptos para encarar as demandas dessa profissão tão importante.

O trabalho do síndico facilitado com o TownSq Administração Digital

A tecnologia veio para facilitar muita coisa, inclusive o trabalho do síndico quando o assunto é a gestão financeira do condomínio.. Essa é uma grande responsabilidade que inclui as suas obrigações anuais de previsão orçamentária e prestação de contas. E o plano Administração Digital do TownSq torna essas tarefas mais simples e seguras. Ele oferece um sistema de gestão financeira ao síndico, que permite autonomia na administração dos recursos. Para lidar com a burocracia, ele recebe auxílio na gestão fiscal e da folha de pagamento. E a comunidade tem a sua experiência facilitada através de um aplicativo. Tudo isso com o suporte da TownSq.

A vida em condomínio revolucionada com o TownSq Gestão Essencial

O TownSq Gestão Essencial já deixa claro no nome que foi desenvolvida para se tornar parte de todo condomínio. E essa tecnologia consegue isso, primeiramente, possibilitando uma melhor gestão do síndico. A comunicação dele com os moradores e a equipe é facilitada, assim como a experiência da comunidade. É possível reservar espaços, receber entregas e entrar em contato com os vizinhos. Em resumo, é uma tecnologia que propõe uma nova vivência nos condomínios: mais próxima, mais engajada e mais lucrativa. Pois o resultado de tudo isso é a valorização do patrimônio de famílias.

Ficou interessado nessas soluções? Acesse as respectivas páginas que estão linkadas em cada seção e transforme a realidade do seu condomínio.

Software para Condomínio: Sistema de Administração e Gestão

Software para Condomínio: Sistema de Administração e Gestão

Síndicos precisam controlar uma série de coisas: prestação de contas, folha de pagamento dos funcionários, calendário de manutenções preventivas, inadimplência… Cada dia é uma série de tarefas que não acabam mais! Por causa disso, muitos síndicos modernos estão buscando facilitar o trabalho do dia a dia contratando sistemas de gestão de condomínio. Entretanto, como saber qual o melhor software para condomínio? Como escolher a melhor opção para o empreendimento que você gerencia?

Esse é um assunto que causa muitas dúvidas em síndicos de todos os cantos do país. Unindo a tecnologia à praticidade, softwares de condomínio agilizam tarefas administrativas e contábeis. Com esta publicação, descubra como escolher o melhor software para condomínio:

O que é um Software para condomínio?

Basicamente, softwares de condomínios são plataformas digitais que ajudam o síndico no controle administrativo e financeiro do imóvel. Além disso, essas ferramentas também facilitam a comunicação com os moradores.
Um bom software para administração de condomínios oferece as seguintes funcionalidades:

Como os sistemas de administração de condomínio são ferramentas digitais, isso significa que o síndico poderá acessar todos os dados financeiros e documentações importante através da internet, usando um computador, notebook, celular ou tablet. Imagina que prático poder ter todas as informações essenciais ao alcance de alguns cliques?

Os aplicativos para condomínio funcionam?

Se o serviço contratado for de qualidade, o aplicativo para condomínio deve funcionar perfeitamente. Portanto, o síndico deve realizar uma boa e extensa pesquisa antes de fechar negócio, conferindo se a empresa oferece um serviço que satisfaça todas as demandas da administração. Mais abaixo vamos compartilhar algumas dicas sobre como escolher o melhor software de condomínio.

Alguns dos benefícios de um aplicativo para condomínios são:

  • Mobilidade: você pode conferir documentos e trabalhar de qualquer lugar, utilizando o seu celular;
  • Mais transparência na administração do condomínio;
  • Centralização dos documentos da prestação de contas e demais informações;
  • Melhoria na comunicação entre síndico e moradores;
  • Automatização de tarefas burocráticas;
  • Substituição do grupo do condomínio no WhatsApp (chega de correntes ou mensagens de bom dia).

Como escolher o melhor software para administração de condomínios?

É muito recorrente síndicos se questionarem qual é o melhor software de condomínio. Pensando nisso, separamos alguns tópicos que devem ser levados em consideração durante esta pesquisa:

1. Valores

Existem diversas empresas que oferecem plataformas com os mais variados preços. O síndico precisa ficar atento aos orçamentos e conferir se o valor que está sendo cobrado é compatível com o número de funcionalidades e suporte oferecido. Além disso, é claro que o custo precisa estar de acordo com a verba disponível pelo condomínio.

2. Funcionalidades

Do que adianta uma ferramenta oferecer um milhão de funcionalidades se, na verdade, o condomínio só precisa utilizar meia dúzia destas? Questione se há opções de personalizar o software para atender as demandas que seu condomínio mais precisa.

3. Facilidade na hora de usar

O sistema precisa ser algo fácil e intuitivo, com uma interface simples e eficiente é essencial. O ideal é que o software seja semelhante ao design de sites de redes sociais que já estamos acostumados a utilizar, como por exemplo o Facebook. Isso contribui para que a adaptação seja mais rápida, intuitiva e também incentiva os condôminos a se engajar mais com a ferramenta. Também aproveite para pedir uma demonstração antes de contratar o serviço.

4. Suporte

O melhor software para condomínio com certeza é aquele que oferece um bom suporte de atendimento ao cliente. Tecnologia é algo que requer um período de adaptação, por isso é importante ter certeza de que terá acesso a especialistas prontos para ajudar em caso de dificuldades.

5. Referência no mercado

A empresa precisa comprovar sua relevância no mercado de softwares e condomínios. Logo, confira há quantos tempo a empresa atua no mercado, quais são os seus valores, busque por depoimentos de usuários do software. Além disso, aproveite para conferir se não há reclamações a respeito da prestadora de serviço em sites ou redes sociais.

Vantagens de um software de gestão para condomínio

Um software para condomínios pode trazer uma série de vantagens tanto para o síndico, quanto funcionários e principalmente moradores. Elencamos aqui, as principais. 

1. Praticidade

A resolução e o acompanhamento de chamados podem ser feitos de maneira simples e prática pelo síndico online, utilizando um software de gestão de condomínio, assim como o agendamento e notificações de reuniões de assembleias ou de reuniões diretas com os moradores.

2. Reservas e Controle das Áreas Comuns do Condomínio

Utilizando um software de gestão de condomínio, fica mais prático e rápido agendar o salão de festas ou a área com churrasqueira para um ou outro morador com registros automáticos, que facilitam o gerenciamento e visualização online de todas as dependências do condomínio, sem precisar do encontro pessoal ou telefonema do morador com o síndico.

3. Gestão financeira do condomínio mais fácil

Com o software de gestão de condomínio, é possível compartilhar documentos de prestação de contas, como notas fiscais e balancetes do condomínio, auxiliando na geração de relatórios para os moradores e previsão de gastos para os próximos meses.

4. Transparência financeira do condomínio

A administração do condomínio pode realizar o envio de documentos, como contas e comprovantes, pelo software de gestão de condomínio. A gestão fica mais transparente e os moradores mais informados, certos de que o melhor está sendo feito.

5. Redução dos custos do condomínio

Realizando quase todas as atividades no software de gestão de condomínio, desde prestação de contas até a convocação para assembleias, haverá uma grande economia de tempo e outros recursos que eram utilizados (papel, tinta, etc), tudo com maior agilidade e redução de conflitos de informação.

6. Redução de Horas Extras

Ao utilizar um software de gestão de condomínio, o síndico possui uma visão de tudo o que está acontecendo no condomínio. Assim fica mais fácil de reorganizar a escala de funcionários e diminuir o pagamento de horas extras, diminuindo os gastos, chegando ao equilíbrio financeiro e possibilitando um acúmulo de recursos para novas obras. Isso tudo será possível graças à facilidade de comunicação e organização com os moradores por meio do software de gestão de condomínio.

7. Comunicação do Síndico com os Condôminos

Com um software de gestão de condomínio, você pode ter um canal de atendimento aos condôminos, deixando as queixas ou sugestões sempre registradas, o que trará mais confiabilidade. Fóruns podem ser abertos pelos próprios condôminos para combinações, ou discussões sobre temas específicos. A comunicação eficaz e constante diminui os conflitos e desentendimentos, facilitando a convivência e acordos futuros.

8. Otimização de Processos

Usando um software de gestão de condomínio, o síndico tem todas as informações em vista. Assim, fica mais fácil delegar funções às equipes internas de condôminos que ajudem em alguns setores da gestão. Também é facilitada a gestão de contas a serem pagas e o pagamento delas em dia, evitando gastos com taxas.
Está em busca de um software para condomínio Grátis? Então experimente o maior sistema para condomínios do mundo. Faça um teste GRATUITO, aqui!

Melhor software para gestão de condomínio

Presente em mais de 250 mil lares no Brasil e nos Estados Unidos, o TownSq oferece a melhor tecnologia para melhorar a sua administração de condomínios. Focado em melhorar a convivência entre vizinhos e administração, a empresa é líder mundial entre aplicativos para condomínios e, com certeza, é um dos melhores softwares para condomínios do momento.

Aplicativos para gestão de tempo: como eles podem aumentar a sua produtividade

Aplicativos para gestão de tempo: como eles podem aumentar a sua produtividade

O dia a dia de um síndico profissional é cheio de atividades: resolver chamados, cotar fornecedores, acompanhar o andamento de obras e melhorias no condomínio, conversar com moradores e muitas outras atividades.
Por isso, sem a ajuda de aplicativos de gestão de projetos e tarefas fica quase impossível não esquecer de alguma atividade, não é mesmo?
Pensando nisso, listamos alguns dos melhores aplicativos para ajudar você a organizar as demandas do seu dia e trabalhar de forma mais produtiva, organizada e profissional. Vamos lá?
O que você vai encontrar nesse post:

Aplicativos de gestão de projetos

Listamos algumas opções de aplicativos de gestão de projetos que podem ajudar você a organizar as demandas do dia a dia do condomínio. Com eles você poderá acompanhar as tarefas que precisam ser feitas, bem como definir prazos de entrega e responsáveis pelas atividades.

Asana

O Asana é um dos melhores e mais completos gerenciadores de projetos do mercado. Com ele você pode gerir todos os seus projetos, tarefas, responsáveis e prazos de entrega. Você pode separar cada um dos seus projetos e convidar os colaboradores para integrar o time do projeto.

Trello

Outro poderoso gerenciador de projeto é o Trello. Ele possui as mesmas funcionalidades e recursos do Asana, com o incremento dos Power-Ups que permitem turbinar os recursos dos quadros e projetos.

Wrike

O Wrike é um gerenciador de projetos que baseia-se no Excel. Com um visual e modo de trabalho bastante semelhante ao Excel ele conta com mais funcionalidades e é uma boa alternativa para quem deseja migrar das planilhas para um opção mais robusta e com mais recursos.

Monday

Além de um painel de acompanhamento bastante detalhado, ideal para checar o andamento dos projetos e tarefas, o Monday oferece vários recursos de comunicação e colaboração entre os membros do projeto.

Jira

O Jira é um gerenciador de tarefas, usado especialmente por equipes de desenvolvimento de software, bastante robusto e cheio de funcionalidades. O painel é bastante intuitivo e oferece diversos recursos para acompanhar de perto o andamento de todos os seus projetos.

Podio

O Podio é o gerenciador de projetos mais customizável da nossa lista. Com ele é possível personalizar todos os campos de cada projeto, inserindo ou removendo informações com alguns cliques. Além disso, o aplicativo conta com a opção de chat que permite entrar em contato com todos os colaboradores do projeto, ideal para resolver rapidamente questões das tarefas.

Basecamp

O Basecamp é outra opção bastante conhecida e com diversos recursos para quem precisa organizar projetos e tarefas de forma fácil e visual.

Aplicativos de gestão de tempo

Os aplicativos de gestão de tempo vão ajudar você a organizar e otimizar seu tempo. Isso vai ajudar a aumentar a sua plauditividade e entregar resultados ainda melhores e mais rápidos.

Remember The Milk

Um aplicativo de gestão de tarefas bastante completo é o Remember The Milk. Com ele é possível criar listas de tarefas com data e hora, além de adicionar tags e lembretes para não deixar nada passar.

Focus Booster

O Focus Booster utiliza a Técnica Pomodoro para ajudar você a gerenciar o seu tempo. Ele registra todos os seus horários, para você saber exatamente como utilizou seu tempo durante o dia.

Toggl

Além de uma identidade visual muito bonita, o Toggl é uma ótima ferramenta para ajudar você a gerenciar o seu tempo. Uma coisa que chama a atenção no aplicativo é que ele divide suas horas pelos projetos, clientes ou tarefas. Com isso, você sabe quanto tempo está dedicando para cada um dos seus projetos.

Forest

O Forest é o aplicativo ideal para quem precisa se livrar das distrações do dia e dia e focar nas demandas. A solução desse aplicativo é bem simples: plantar uma árvore.
Se você quiser deixar o celular de lado enquanto trabalha, é só iniciar o aplicativo Forest. Ele planta uma árvore que só cresce se você deixar o telefone de lado, e se mexer no aparelho a árvore morre. O desafio é cultivar uma floresta, será que você consegue?

PomoDoneApp

O PomoDone App é outro aplicativo que usa a Técnica Pomodoro para organizar o seu tempo. Com ele você gerencia o tempo que despende em cada tarefa, além de poder integrar o aplicativo com diversos outros para facilitar o seu trabalho.

10.000ft

A grande sacada desse aplicativo é poder acompanhar o tempo de realização de cada tarefa por cada membro da equipe. Isso ajuda a otimizar tempo e recursos de cada colaborador e melhorar a produtividade da equipe.

Aplicativos de gestão de tarefas

Para não se perder em meio a tantos afazeres é bom contar com a ajuda de aplicativos para gestão de tarefas. Eles vão te ajudar a listar todas as suas demandas diárias, semanais e até mensais, além de organizar grandes projetos e entregas.

Wunderlist

O Wunderlist é um gerenciador de tarefas bastante completo. Você pode criar tarefas, projetos, definir responsáveis, definir prazos de conclusão e receber lembretes. É uma ótima opção para quem quer controlar seus projetos de forma profissional.

Todoist

O Todoist é um dos principais gerenciadores de tarefas do mercado. Com ele é possível criar uma lista atividades diárias, planejar a sua semana de trabalho e também definir prazo de entrega, tags e criar projetos para dividir as demandas da sua rotina.

Timely

O Timely é outro aplicativo que oferece uma visão semanal das suas tarefas e, além disso, ajuda a planejar o prazo de entrega de cada uma delas e acompanhar de perto se tudo está dentro do prazo.

Week Plan

O Week Plan fornece uma visão semanal das suas tarefas e ajuda você a planejar sua semana sem deixar nada para trás.

GQueues

Se você usa os aplicativos do Google no trabalho, esse aplicativo pode ser ideal para o seu dia a dia. O GQueues sincroniza sua agenda do Google ao aplicativo, depois com as listas de tarefas criadas, ele envia notificações e lembretes para você não esquecer de nenhuma tarefa.

Aplicativos bônus

Aqui vão algumas recomendações de aplicativos muito legais e que podem ajudar você a ser mais produtivo nas suas tarefas e compromissos, além de te ajudar a automatizar tarefas e organizar seus documentos e anotações.

Pocket

O Pocket é aquele aplicativo que vai ajudar você a se manter sempre atualizado. Sabe aquele link superlegal que você viu no Facebook, mas está sem tempo para ler agora? Com o Pocket você pode salvá-lo para ler enquanto espera na fila do banco ou enquanto toma seu cafezinho.

IFTTT

O IFTTT é aquele aplicativo para automatizar aquelas tarefas diárias que você realiza sempre, sabe? Você pode usar o IFTTT para isso, ele é um serviço que permite conectar aplicativos do dia a dia e fazê-los trabalhar para você, por exemplo, enviar seus backups do WordPress para seu Evernote automaticamente.

Google Keep

O Google Keep é um aplicativo rápido, prático e bastante visual. Com ele, você pode criar notas e listas de tarefas para gerenciar as atividades e anotações do seu dia a dia.

Evernote

O Evernote é aplicativo tudo em um. Com ele você pode criar anotações, salvar cartões de visita, criar listas de tarefas, digitalizar documentos e muito mais. O Evernote é o aplicativo que vai fazer você aposentar a agenda de papel e tornar tudo digital.

Rescue Time

O Rescue Time é o aplicativo perfeito para medir a sua produtividade. Com ele você sabe direitinho quanto tempo gasta em cada site que acessa no seu computador. Com esses dados é possível definir ações para otimizar o seu dia a dia.

TownSq

Para finalizar, não poderíamos deixar de citar o TownSq, sistema de comunicação e gestão em condomínios. Criado por João David (CEO), Denys Hupel (CMO) e Marcos Eich, em 2013, o aplicativo melhora a vida em comunidade – tanto para síndicos, quanto para moradores. Prático, eficiente e inovador, a ferramenta centraliza informações, otimiza os processos condominiais e permite trocas de informações, avisos, notificações de entrega e reservas de espaços comuns.

Tem algum aplicativo que não sai da sua lista de favoritos? Conta pra gente nos comentários qual é.