Dicas de segurança em condomínios

Segurança em condomínio

Não há como escapar, a violência está presente em grandes e pequenas cidades. É por isso que muitas pessoas acabam optando por morar em condomínios. A segurança em condomínio é um atrativo para pais que querem deixar as crianças brincarem livremente ou para pessoas que precisam viajar por muito tempo durante o ano e querem ter a certeza de que ao voltarem tudo estará intacto. Porém, para que essa sensação de segurança seja realmente verdadeira, é necessário que alguns cuidados sejam mantidos por todos e cabe ao síndico atentar para que isso aconteça.

Veja algumas dicas de segurança em condomínio

  1. Cadastro:

    Faça um cadastro de todos os moradores com os dados pessoais e placas de veículos, para deixar na portaria ou no software de gestão do condomínio;

  2. Funcionários:

    Oriente todos os funcionários do local, principalmente os da portaria, para que só deixem entrar moradores ou alguém autorizado por eles. Além disso, alerte-os para que não comentem com ninguém os hábitos dos moradores, pois a informação pode ser usada para programar uma possível invasão ao local.

  3. Condôminos:

    Peça a colaboração dos condôminos e reforce a necessidade de cuidado e atenção sempre que fizer uma reunião. Peça que fiquem atentos, que só permitam a entrada de pessoas que realmente conhecem; que não autorizem que entregadores subam e busquem as encomendas na portaria; que não abram a porta do apartamento para pessoas que não conhecem, mesmo quando essas estão com um funcionário; a ter cuidado ao entrar com o carro para ver se ninguém vai se aproveitar e invadir o condomínio; não deixar pacotes dentro dos veículos; a ter cuidado com a contratação de empregados do lar e não deixar cópia da chave da portaria com eles.

  4. Obras:

    Caso vá realizar obras no local e contratar uma empreiteira, exija que os funcionários sejam identificados antes da obra começar. É bom ter uma ficha com nome e foto de todos, além de solicitar o uso de crachá com foto para conferência. Passe esses dados para o zelador e porteiro e oriente-os a não deixar entrar ninguém que não esteja cadastrado na obra.

  5. Contratação:

    Cuidado com a contratação de novos funcionários. Confira se as referências são verdadeiras e prefira as pessoas que são treinadas para exercer a função ou então, ofereça treinamento para que eles estejam realmente aptos a zelar pela portaria do prédio.

  6. Visitante:

    Caso um visitante chegue, o porteiro deve identificar se o visitante está na lista de autorizados da portaria, o morador deve ser avisado antes de o portão ser aberto e, se ele ficar em dúvida, deverá descer até a portaria para identificar a pessoa ainda do lado de fora e só depois de saber quem é deixá-la entrar.

  7. Telefones:

    O porteiro deve ter uma linha telefônica que possa ligar para bombeiros ou polícia caso seja necessário. Além disso, é importante que ele tenha uma lista com os principais números de emergência.

Como avisar todo mundo?

Além de enfatizar todas as regras e cuidados nas reuniões de condomínio, é recomendado que você liste-as e envie para as pessoas por meio do software de gestão. Faça isso uma vez por mês e em cada alerta enfatize uma das normas de segurança do condomínio.

 

Gostou das dicas? Você já colocou em prática alguma delas? Conte pra gente nos comentários! 

Equipe TownSq

Sobre Equipe TownSq

TownSq (pronunciado Town Square) é o aplicativo para condomínio que melhora a comunicação e organiza a vida em conjunto.